Alimentos frescos e regionais são algumas das características da produção biodinâmica. Na alimentação convencional, os alimentos são produzidos por grandes produtores que se especializam (monocultura) na produção de artigos específicos. Neste processo, eles ganham eficiência na produção e competitividade econômica, imprimindo menores preços. Para tal, fazem usos de ajudantes químicos na produção, variedades de alta produtividade e logística de comercialização muito difícil o que, além de outras coisas, diminui muito a qualidade nutricional e organoléptica de seus produtos. Em nossa agricultura, pensamos em qualidade, não quantidade. Além do não uso de pesticidas e fertilizantes sintéticos, damos um passo à frente, em direção ao espiritual. Adicionamos compostos e preparados especiais ao solo que aumentam a qualidade do que sai de nosso organismo agrícola. Assim, a farinha de trigo que hoje vai em nossa cesta, moída na sexta-feira, num moinho confeccionado com pedras da região (basalto), conserva todas as propriedades nutracêuticas, aroma e sabor necessários para nossa evolução como seres humanos.

Lista de produtos da cesta
Alface Pimenta biquinho
Banana Pimentão gold
Cebola Caqui chocolate branco
Quiabo Abobrinha
Tomate Farinha de Trigo Integral