Em vez de depender de grandes auditoras, optamos pela certificação participativa da Rede de Agroecologia Ecovida. É um processo baseado em confiança, sem hierarquias e mais econômico à tradicional certificação por auditoria. Na certificação por auditoria, um inspetor de uma empresa terceirizada, as auditoras, vai até a propriedade rural checar se as normas de manejo da agricultura orgânica estão sendo cumpridas. Na participativa, formam-se grupos de agricultores, técnicos e consumidores que são responsáveis pelas visitas técnicas as propriedades, levando um questionário para saber se as normas técnicas estão sendo cumpridas. A grande diferença é que são os próprios agricultores que visitam uns aos outros e compartilham ideias e conhecimentos, se ajudam. Este sistema nos mobiliza, favorece a organização de nosso grupo de agricultores. Obedece aos princípios de poder compartilhado, horizontabilidade, transparência e, principalmente, troca de saberes, de conhecimento.
Estamos vinculados ao grupo ecológico da Associação Familiar de Agricultura Sustentável da comissão de ética do Núcleo do Vale do Rio Pardo. Nosso certificado de conformidade orgânica é válido desde 2016 e foi renovado neste ano.